41_42

Revista > 41_42


Números
  39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57
58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70              

41-42 Jan-Dez 1993

A visualização de Iaiá Garcia.

Pedro Pires Bessa,
p. 25 - 36

A criação artístico-literária de Machado de Assis tem sido adaptada de várias formas pelo cinema e pela televisão. Em fevereiro de 1990, a Rede Globo de Televisão transpôs para a pequena tela Iaiá Garcia, numa adaptação que poderia ser classificada de criativa sem jamais perder de vista a obra original, construindo uma versão muito bela e digna do imortal romance que lhe deu origem.

Libro de navíos y borrascas de Daniel Moyano: El viaje del exilio (De dónde? a dónde?)

Adriana A. Bochino,
p. 37 - 44

Este artículo elabora, a partir del texto de Daniel Moyano, Libro de navíos y borrascas, una aprocitnación a los problemas que plantea la "literatura del exilio". Se trata de problemas teóricos específicos de la producción latinoamericana. Ello queda de matffiesto en la confrontación con otro tipo de viajes, por ejemplo, en este caso, el de Colón: dos viajes en la exacta dirección contraria, geográfica e ideológicamente.

O poeta e a cidade

Édison José da Costa,
p. 45 - 49

Análise de dois poemas de Lira paulistana de Mário de Andrade, tentando-se apreender traços de seu fazer poético na fase de maturidade.

Transpondo a dor em cor, a letra em palco: Textos de Lygia Bojunga Nunes.

Marta Morais da Costa,
p. 51 - 61

A transposição do texto narrativo em forma de diário O meu amigo pintor para a peça teatral O pintor, ambos de Lygia Bojunga Nunes, enseja algumas especulação analíticas, visando avaliar os procedimentos criativos utilizados nas alterações e na permanência de componentes textuais.

La transposition du texte narratif en forme de journal O meu amigo pintor en pièce dramatique Opintor l'un et l'autre de Ly& Bojunga Nunes, nous permet quelques spéculations analytiques avec l'objectif d'estiiner les procédés créatifs employés aux altérations et à la permanence de leus éléments textuels.

De ficções a o nome da rosa: Caminhos que se bifurcam.

Denise A. D. Guimarães,
p. 63 - 73

Ao aproximar novamente a obra e o pensamento de Jorge Luís Borges e Umberto Eco, a autora dá continuidade às colocações de seu ensaio publicado na Revista Letras n. 40. Confronta, especificamente, O nome da rosa com alguns contos de Ficções.

Três poetas que anunciam a poesia do século XX.

Elisa Campos de Quadros,
p. 75 - 85

O artigo tem como finalidade mostrar ressonâncias imagéticas e temáticas em três poetas - Paul Valéry, T. S. Eliot e Manuel bandeira. escritores que , tendo vivenciado o mesmo importante momento de transformações estéticas, configuram o sentir poético de sua geração.

This article intends to show the imagistic and thematic resonances in Paul Valéry, T. S. Eliot and manuel bandeira, three poets who have experienced the same crucial moment of aesthetic transformations and who, therefore, prefigure the poetic vision of their generation.

Muita serventia.

Roberto Reis,
p. 87 - 96

Henderson the rain king: The hero's crowning and discrowning.

Sigrid Renaux,
p. 97 - 108

Este trabalho discute a cena culminante do romance Henderson the Ruin King, de Saul Bellow, na qual o herói é coroado e em seguida descoroado como Sungo, ou Rei da Chuva dos Wariri. A cena inteira está impregnada de categorias, rituais e imagens carnavalescos, como apresentados por Bakhtin em Problemas of Dostoeivsky Poetics, ambigüizando desta maneira qualquer interpretação monológica dos eventos.

This article deals with the clirnactic scene of Bellow's novel Henderson the Rain King, in which the hero is crowned and subsequently discrowned as the Sungo, or Rain King of the Wariri. The whole scene is imbued with carnivalistic categories, rituals and images, as discussed by Bakhtin in Problems of Dostoeivsky Poetics, this making ambiguous any monological interpretation of the episodes.

Pilhérias com as coisas sagradas nas cantigas D'escárnio e maldizer.

Affonso Robl,
p. 109 - 124

De início, o autor apresenta, perfunctoriamente embora, o anticlaricalismo, o deboche e a profanação das coisas sagradas, a mistura do mistico com o obsceno, a blasfén-úa e a heterodoxia que peivadem uma cinqüentena de canções escarninhas galaico-poiluguesas. A seguir, analisa füologicwnente uma cantiga de maldizer, em que João Vasques galhofa, de maneira gostosamente irreverente, do sacramento da confissão. A análise da cantiga compreende sua versifícação, seu tema, uma paráfrase ou "tradução", notas fflológicas e comentários. Nos comentários, procura o autor explicar essa atitude irreverente e blasfemo-herética, pela "carnavalizaçào" e pela extrema familiaridade com a Religião, que se fazia oápresente na vida do homem medieval.

L'auteur présente, en premier lieu, l'anticléricalisme, la débauche et la profanation des choses sacrées, le mélange du mystique ct de l'obscène, le blasphème et l'hétérodoxie qui travenent une cinquantaine de "canções escarninhas" luso-galiciennes. Ensuite, l'auteur analyse une "canção de maldizer" du point de vue philologique. fi s'agit d'un texte de João Vasques, que se moque du sacremente de Ia confession. I-:étude de Ia chanson comprend sa versification et son sujet, ainsi qu'une paraphrase ou "version", des notes phüologiques et des commentaires. Ceux-ci cherchent à expliquer cette attitude irrévérencieuse, impie et hérétique avec recours à Ia notion de llcarnavalisation" et recours à l'extrême famfliarité avec Ia Religion, omniprésente darls Ia vie de l'homme médiéval.

Trovadora Beatriz - Um meta-Romance feminista

Ruth Röhl,
p. 125 - 134

O romance Vida e aventuras da trocadora Beatriz segundo o testemunho de sua menestrel Laura, de Irmtraud Morgner, caracteriza-se por uma postura crítica face à realidade da República Democrática Alemã, bem como por traços narrativos modernos, como por exemplo montagem de textos - em parte documentários, em parte fictícios - e auto-reflexão sobre o processo de narrar. Este trabalho examina o romance à luz do Realismo Socialista e da abertura para a estética da modernidade.

Der Ronian Leben und Abenteuer der Trobadora Beatriz nach Zeugnissen ihrer Spielfrau Laura, üon lnntraud Morgner, kennzeichnet sich durch eine kritische Haltung gegenÜber der Realitãt der Deutschen Demokratischen Republik, sowie durch modeme Erzãhlniittel, wie z. B. Montage von Texten - teils dokutnentariscl4 teus filaiv - und Selbstreflexion auf den Schreibprozess. Der hier vorgelegte Aufsatz untersucht diesen Rotnan im Hinblick auf den Sozialistischen Realismus und die Aneignung der Ãsthetik der Modernitãt.

Atahualpa Yupanqui: La palabra desde el silêncio.

Marcela Gloria Romano,
p. 135 - 141

Dürrenmatt: A patologia do poder opção pela comédia.

Paulo Astor Soethe,
p. 143 - 163

O presente estudo procura demonstrar de que forma a construção das personagens femininas centrais e a intenção cômica das peças Der Besuch der alten Dame e Die Physiker, de Fríedrich Dürrenniatt, estão à serviço de urna visão crítica da sociedade contemporânea, sobretudo em relação à dinâmica do poder e à manipulação do saber científico.

O progressivo: Além do aspecto.

Elena Godoy,
p. 165 - 170

O antigo discute as diferenças semânticas entre as sentenças simples e progressivas em português. Mostrando que os dois tipos de sentenças podem ser idênticos tanto aspectual como temporalmente se argumenta a favor da distinção evidência/conhecimento/, que fundamentaria as diferenças entre essas formas.

Considerações em torno do se: 1.Se passivo?

Odete Pereira da Silva Menon,
p. 171 - 193

Procura-se mostrar, nesta análise do se, que contextos estariam favorecendo a interpretação do se como sujeito e não como agente da passiva nas construções ditas de passiva sintética. Uma vez admitido que se possa exercer a função de sujeito, mesmo com verbos transitivos diretos, estaria regulamentado um uso que já é corrente no oral e que se estende para a escrita, mesmo na de pessoas altamente envolvidas com as questões de língua, conforme se verifica nos exemplos utilizados, tirados de publicações especializadas

Cet article veut démontrer cornment certains contextes powtaient favoriser l'interprétation du "se" comme sujet mêtne dans les constructions avec un verbe exigeant un complémént d'objet direct. Dans ces tournures, nommées voix passive synthétique dans Ia grammaire traditionneue le "se" est analysé en tant que complément d'agent, corrélatif du complément d'objet direct de Ia voix active. Alors ü se différencie des towmures construires avec les autres verbes, oú H est considéré le sujet (indétenniné) de la proposition. Phénomène d'abord restreint à l'oral, fl se repand dans l'écrit, allatlt jusqu'aux publications (articles des revues spécialisées livres) des personne,-, hautement qualifiées dans le dornaine des questions de langue, dont lcs exeinples ont été utflisés pour illustrer ce changement d'interprétation.

Variação lingüística e ensino de língua portuguesa.

José Luiz da Veiga Mercer e Maria José Foltran,
p. 195 - 205

Este trabalho aborda as dificuldades em matéria de língua que a escola passou a enfrentar com a súbita ampliação de sua clientela, no processo de democratização do ensino. A diversidade lingüística não encontrou uma resposta adequada e estabeleceu um conflito,que se busca analisar à luz da sóciolingüística.

O conceito de polifonia em Bakhtin - O trajeto polifônico de uma metáfora.

Artur Roberto Roman,
p. 207 - 220

O objetivo deste trabalho é recuperar o sentido da polifonia trazido da música medieval e mostrar a sua aplicação metafórica por Bakhtin, na análise da obra de Dostoiévski, e por Lacan, na caracterização do inconsciente. Sendo hoje a polifonia um conceito corrente entre várias correntes lingüísticas, buscamos também neste artigo apontar possíveis improcedências; na tentativa de aproximação de linhas teóricas, através da articulação dessa metáfora.

The aim of this work is to clarify the meaning of poliphotly brought about bymedieval music and toshow its metaphorical application by Bakhtin, in his analysis of Dostoiévski's work, and by Lacan in its characterization of the unconscious. Considering that poliphony is nowadays a current concept in various linguistic trends, this article points at some groundless procedure detected in the attempt to bring different theoretical lines together by means of the articulation of this metaphor.

O palavrão: Formas de abrandamento.

Antonio José Sandmann,
p. 221 - 226

Abordam-se aqui aspectos lingüísticas e sócioculturais do palavrão em seu significado de "palavra obscena ou grosseira" (V. Aurélio). Sob o enfoque lingüística, ganham destaque as várias formas de abrandamento, os eufemismos.

The aim of this paper is to examine the linguistic and sociocultural aspects of the swear-word in it,-, meaning as both "an obscene and gross word" (cf. Aurélio). Under a linguistic point of view, we focus the various forms of softening, the euphemisms.

Escrever, uma prática radical e possível.

Paulo Venturelli,
p. 227 - 236

Baseados em nossa experiência como professor de lº e 2º graus, propomos que as "aulas de redação" sejam transformadas em "oficinas de texto". Ou seja, que o aluno tenha oportunidade a médio prazo e seguindo vários estágios, de distanciar-se de seu texto para lê-lo e reelaborá-lo criticamente. Fazemos isso num diálogo com o "método" literário seguido pelos escritores. Ainda que escrever literariamente não seja o objetivo da escola, os passos seguidos por um escritor ao confeccionar sua obra servem de ponto de partida para nossa reflexão. É nossa intenção, com isso, deixar claro que escrever não depende de um talento "superior", mas pode tornar-se uma prática, desde que sejam criadas condições para o seu aprendizado.